terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Capítulo Um. Quinta Parte . - Incêndio ;

Tumblr_lg9lb4hawt1qat2ooo1_500_large

Estava um calor muito grande, me virava para todos os lados, tirei a coberta de cima de mim. Nada resolvia. Então abri meus olhos.
- FOGO !! - gritei . Era lindo e ao mesmo tempo assustador ver as chamas se movimentarem.- e Brenno ? tenho que salvá-lo - pensei . - espero que não seja tarde de mais . 
Deveria ser quase meia noite. Ouvia gritos pela casa, mais preferia ignorá-los. Tentei me manter calma, com o foco no salvamento do meu irmão.. mais não conseguia me concentrar, e me sentia muito fraca, não conseguia parar de chorar. Meu quarto é ao lado do de Brenno, as chamas estavam correndo pelas paredes, e não havia como eu passar pela porta. Só a janela estava livre, Abri meu guarda roupa, peguei o baú, e algumas coisas, o máximo que consegui, e joguei pela janela, só fiquei com O livro em mãos. Eu estava com muito medo de pular. Estava com mais medo de perder meu irmão e minha mãe .. mesmo sabendo que ela não sobreviveria. Tentei chegar perto da porta,  mais as chamas estavam totalmente impedindo minha passagem por ali, ignorei, e coloquei minha mão direita sobre a massaneta, não tive sucesso, continuava trancada em meu quarto, e agora com uma mão queimada, e doendo muito, agora quem gritava era eu. Abri o livro para ver se havia ' surgido' algo que eu pudesse fazer..
- Alguém coloca fogo no quarto de Marlene - Marlene é o nome de minha mãe - e o fogo vai se estendendo pelo resto da casa. Brenno não consegue ser salvo, e morre perto da porta, com o amuleto que a mãe havia dado a ele no dia anterior segurando nas mãos.A garota consegue se salvar pulando a janela .. - Pular a janela .. era isso que eu deveria fazer, e fiz. Pulei, peguei todas as coisas que eu tinha jogado, deixei atrás de um arbusto, coloquei o amuleto em meu pescoço e corri procurar ajuda. Fui no vizinho da frente - um homen solteiro, que morava com seu cachorro - bati na porta . Ele atendeu e disse:
- Olá Pietra ! o que faz aqui ? - não entendo como ele não sentiu o cheiro de fumaça nem viu minha casa na frente da dele pegando fogo.
- Minha casa ! esta pegando fogo ! me ajude por favor.. - comecei a soluçar e chorar muito mais .
- Oh ! espere vou ligar para os bombeiros.. - neste momento, já estava chegando bombeiros, algum outro vizinho deveria ter chamado. Começaram a apagar o fogo.
- Quem estava dentro da casa ? - perguntou um dos bombeiros, um homem moreno e alto. Eu não conseguia  falar, só chorar. Então o vizinho me troce um copo de água, para me acalmar . E o bombeiro ficou falando comigo, também para me acalmar.
- Estava minha mãe e irmão.- consegui dizer
- Você sabe onde moram seus outros parentes ?
- Que parentes ? eu não tenho mais parentes .. todos estão mortos. - respondi
- Seus avós, Tios, pai .. tem que ter alguém .. - insistiu o homem
- Desculpe, estão todos mesmo mortos . - respondi novamente, mais continuava a chorar e soluçar .

----------------------------------------------------------------------Continua ..

Um comentário:

Ela disse...

Parabéns pelo blog,seus textos são otimos!!se precisar de ajuda pode contar comigo...Ah jah estou seguindo...segue de volta???

paginasempreto.blogspot.com

Beijos Ela